“Muito útil, tenho várias pessoas que não sabem ler e assim tenho mais ideias!!!”

Cliente Humanamente , Fonte: facebook.com/humanamente.pt

“Os materiais que a Humanamente tem disponibilizado têm sido de grande interesse por parte dos utentes e um grande recurso de trabalho para mim, enquanto profissional na área geriátrica. A questão é que não são apenas materiais, são instrumentos de trabalho que vão ao encontro dos interesses das Pessoas e das suas necessidades, enquanto recurso terapêutico e de estimulação”.

Sónia Silva, InterEgos - Portimão (www.interegos.pt)

“Para quem não conhece a empresa HumanaMente fica em Portugal e faz um ótimo trabalho para pacientes com Demência estimulando a memória e a função cognitiva. Tive a felicidade de conhecer em um congresso feito pela Abraz em São Paulo. Comprei mais materiais, chegaram hoje pelo correio. Tenho certeza que será muito útil na nossa jornada.”

Maira Cenzi , Cliente da Humanamente

“Eu já não passo sem a manga, nem o centro de dia. Se fica em casa, para ser lavada, perguntam-me logo pela manga”.

Filha de uma senhora com doença de Alzheimer , Apesar da senhora ainda ter muita mobilidade, já utiliza uma sonda de PEG. Devido à mobilidade que ainda mantém, o risco de a senhora a retirar é muito elevado. No início a filha usava a contenção, mas agora, com a manga, a senhora mantém-se mais calma, sobretudo durante os periodos em que está a ser alimentada.

“Tomei conhecimento do vosso livro “100 exercícios para a mente” e achei que foi uma excelente iniciativa, uma vez que tem muitos exercícios de estimulação e o facto de estar dividido por áreas – memória, linguagem, cálculo e gnosias é ótimo, pois as pessoas sabem exatamente o que estão a estimular ao realizar um determinado exercício e permite-lhes diversificar as competências que devem trabalhar diariamente.

Assim, aconselhei este livro a um colega que está a acompanhar um senhor que está numa fase inicial de demência. O senhor está a sentir-se muito motivado para realizar as atividades, acha-as interessantes e considera que o estão a ajudar a recordar determinadas fases da sua vida e a exercitar a matemática “que já se encontrava esquecida”. Também a esposa deste senhor relata algumas melhorias desde que ele está a realizar os exercícios, destacando a importância de ela o acompanhar em todas as atividades.

Por isso, parabéns pela iniciativa e espero que continuem a apostar em materiais destinados a pessoas com este tipo de dificuldades”.